Brasil recordista em aumento de gastos em 2017

Dados divulgados hoje (31/01/2018) pela OMT – Organização Mundial de Turismo mostram que o Brasil e a Rússia, com as viagens de seus cidadãos ao exterior ajudaram a aumentar a demanda internacional por viagens em 2017. Sobretudo os gastos dos brasileiros foram notados no exterior no último ano.

2017 fechou com aumento de 7% de viagens, uma média bastante superior aos anos anteriores que vinha se mantendo em 4%; com grande destaque para o desempenho da Europa (+8%). Os países que mais recebem visitantes são França, Estados Unidos, Espanha, China e Itália; o Brasil aparece em 43o. lugar em 2016 e 2017, segundo a OMT.

No lado dos gastos, o desempenho dos países que mais gastam em viagens internacionais mostra a retomada das viagens dos brasileiros e dos russos; somos o país que mais cresceu percentualmente em gastos em 2017 (33%) e os russos o segundo (30%). Os países que mais arrecadam receitas com gastos dos estrangeiros em seus territórios são Estados Unidos, Espanha, Tailândia, China e França.

 

SalvarSalvar

Postagens relacionadas

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e Presidente do Conselho Consultivo da WTM Latinamerica. Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *