Primeiros sinais do internacional?

Photo by Josh Hild on Unsplash

A Pires Inteligência em Destinos e Eventos vem acompanhando semanalmente os dados de demanda internacional para o Brasil em parceria com a Fowardkeys, empresa espanhola de monitoramento de viagens aéreas passadas e futuras. São meses sem nenhum movimento aéreo internacional, e que acaba de ser alterado à partir da abertura de fronteiras do nosso país no último dia 29 de julho. O que observamos, segundo o especialista em análises de mercado da Fowardkeys Juan Gómez:

  • Novas reservas substituíram, em números, os cancelamentos na semana de 6 de julho pela primeira vez desde o início da crise
  • Para reservas futuras, em comparação com o mesmo período de 2019, houve diminuição média de -95% para -83% na semana de 27 de julho, quando houve o anúncio da reabertura das fronteiras
  • Há um grande número de reservas com bilhetes somente de entrada no Brasil, especialmente de destinos sulamericanos como no caso da Argentina. A maioria das novas reservas foram de última hora (viagens para as duas primeiras semanas de agosto)
  • Na primeira semana de agosto registramos cancelamentos de viagens para setembro e outubro, provavelmente de passageiros que tinham viagens marcadas, mas devido à pandemia ainda estar com alto índice de contágio tiveram que cancelar suas viagens

Resumindo:

  1. Embora os sinais de retorno do internacional tenham sido iniciados com o anúncio da abertura de fronteiras, ainda precisamos que o Brasil mude os índices de contágio da pandemia para que os mercados nos aceitem e comecem a pensar em nos visitar;
  2. As reservas que foram feitas recentemente são, em sua maioria, somente de uma perna, one way, o que indica serem pessoas que moram no Brasil ou que estavam no exterior aguardando a possibilidade de retorno e;
  3. Quanto mais o Brasil demorar para enfrentar a pandemia mais tempo vamos demorar na recuperação do internacional, o pode estar demorando mais do que as projeções iniciais haviam calculado.

Published by

Jeanine Pires

Palestrante e consultora apaixonada pelo turismo com 25 anos de experiência no Brasil e no exterior. Diretora da Pires Inteligência em Destinos e Eventos e Diretora da MATCHER, sua especialidade é marketing de destinos, tendências em turismo e o segmento de eventos. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos desde 2003. Já atuou como Presidente do Conselho da Fecomércio São Paulo e da WTM Latin America.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *