Em 2019 Brasil já registrou queda de 4,1% de estrangeiros

Photo by Ussama Azam on Unsplash

Hoje a Organização Mundial de Turismo, OMT divulgou o Barômetro de junho sobre o desempenho do turismo mundial, e pela primeira vez tivemos acesso aos dados que mostram o desempenho do Brasil em 2019. Recebemos 6.353 turistas estrangeiros, uma queda de 4,1% em relação a 2018 quando chegaram 6.621 visitantes. Lamentável que no ano passado nosso país já tivesse uma diminuição tão significativa de estrangeiros, quando o mundo registrou aumento de 3,6%, as Américas de 2% e países como a Argentina um aumento de 6,6% (7,4 milhões de turistas), Colômbia + 3,4% e Paraguai +2,9%.

Impactos da pandemia

Os dados da OMT apresentam também com mais clareza os impactos da pandemia no turismo global, mostrando que entre janeiro e abril foram -44% de chegadas internacionais; somente o mês de abril registrou queda de 97%, quando o turismo global ficou totalmente parado. Veja no quadro abaixo a evolução das chegadas nos quatro primeiros meses de 2020 (mundo) comparados com 2019:

JANEIRO 20/191.8 %
FEVEREIRO 20/19-11.7 %
MARÇO 20/19-54.6 %
ABRIL 20/19-97 %

As perdas do turismo global nesses primeiros meses de 2020 foram igualmente estratosféricas, os destinos turísticos e a economia do planeta deixaram de arrecadar US$ 195 bilhões, uma queda de quase 33% em relação ao mesmo período de 2019. O Brasil, que ocupa a 46a. posição entre os países que mais recebem divisas com o turismo, mostrou uma perda de receitas com divisas nesse mesmo período de 31,8%. Já quando se trata dos gastos dos brasileiros no exterior, ocupamos a 20a. posição; gastos estes que caíram 46,1% entre janeiro e abril desse ano em comparação com 2019.

Não posso deixar de apontar aqui minha reflexão: com nosso desempenho no turismo internacional em 2019, somados à pandemia que terá, provavelmente, reflexos pelos próximos 2 ou 3 anos em todo o planeta, como fica o trabalho de promoção internacional de nosso país no médio e longo prazos? O que você acha sobre isso ?

Você pode ouvir mais análises em nosso podcast HUB TURISMO. Se quiser saber mais sobre a série histórica das chegadas de estrangeiros você pode ler nosso post aqui.

Published by

Jeanine Pires

Palestrante e consultora apaixonada pelo turismo com 25 anos de experiência no Brasil e no exterior. Diretora da Pires Inteligência em Destinos e Eventos e Diretora da MATCHER, sua especialidade é marketing de destinos, tendências em turismo e o segmento de eventos. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos desde 2003. Já atuou como Presidente do Conselho da Fecomércio São Paulo e da WTM Latin America.

4 thoughts on “Em 2019 Brasil já registrou queda de 4,1% de estrangeiros

  1. Se realmente os números estiverem corretos, a situação é bastante preocupante. Acredito que mais que nunca a Nova Embratur tem um papel importantíssimo para reverter esse quadro. Tenho fé no trabalho do presidente Gilson Neto.

    1. Oi Mozart, os dados são da OMT. Estamos torcendo para que a EMBRATUR tenha um papel importante para atrair estrangeiros para o Brasil.

  2. Mais um desempenho desastroso do nosso país no turismo. Como pode o Brasil sofrer uma retração de 4,1% nos visitantes internacionais em 2019 enquanto o mundo cresceu 3,6%, nosso continente 2% e nossa vizinha Argentina, em eterna crise econômica cresce 6,6%?

    O único fator que consigo visualizar é a péssima imagem que passamos ao mundo com os descontrole das queimadas na Amazônia. Que outros fatores você identifica para o pífio desempenho?

    Apesar do trabalho desqualificado a frente da Embratur, sua transformação em agência foi um avanço importante. Uma pena que esvaziaram a possibilidade de aumento do seu financiamento, que seria muito importante para o turismo no Brasil…

    1. Oi Rodrigo, além dos fatores que você menciona entendo que existe um ausência de promoção internacional. Nem sequer temos uma estratégia, e agora, apesar da Agência, não há perspectivas de recursos. A saída que vejo é a organização das empresas e destinos estaduais e municipais para trabahar conjuntamente.
      Obrigada por seus comentários, um abraço. Jeanine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *