Chalés do Parador Lumiar, no Estado do Rio

Hotéis para respirar ar puro na serra do Rio de Janeiro

Ar puro é uma das commodities mais importantes da hotelaria em tempos de novo coronavírus. Há vários hotéis para respirar ar puro na serra do Rio de Janeiro, aproveitando os dias frescos e praticando o turismo de isolamento. Se você já se sente pronto para viajar, claro. Nas montanhas fluminenses, as cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo oferecem boas opções, fora do Centro, para uma escapada com muito distanciamento social.

Leia mais: Os desafios da retomada do turismo no Estado do Rio

Clique aqui para acompanhar @Hotel Inspectors no Instagram

Hotéis na serra do Rio de Janeiro: Parador Lumiar
Um dos 13 chalés do Parador Lumiar, na serra fluminense | Foto de Carla Lencastre
Parador Lumiar, opção imbatível nos arredores de Friburgo

Aparentemente, é mais difícil o vírus se propagar ao ar livre do que em ambientes fechados. Para quem já está confortável para viajar, o Parador Lumiar, a cerca de 40km de Nova Friburgo, é uma gostosa opção. Membro da associação Roteiros de Charme, a pousada reabriu este mês. Fica em Lumiar, distrito de Nova Friburgo, na serra fluminense, a 850 metros de altitude e a 160 km do Rio. São 13 os chalés de 37m² (três deles com ofurô em uma varanda envidraçada) em torno de um lago e em diferentes níveis de terreno, o que garante privacidade, além de distanciamento. Cada chalé fica a cerca de 10 metros de distância um do outro e o hóspede decide se quer que o quarto seja arrumado ou não. A piscina está liberada.

Leia mais: É seguro usar piscina de hotel durante a pandemia?

O Parador foi construído seguindo padrões de sustentabilidade, como o uso de madeira de demolição, e empregando mão de obra local. Dá para passar dias sem sair de lá, apreciando flores coloridas em meio ao verde exuberante da Mata Atlântica, contemplando o vale, observando os pássaros, ouvindo o coaxar dos sapos quando a noite cai. O hotel oferece passeios de jipe e de cavalo que levam a rios e cachoeiras da região. O Wi-Fi funciona bem.

Leia mais: Plástico é a nova obsessão dos resorts brasileiros na era covid-19

.

cozinha do parador

Com um cardápio contemporâneo que valoriza os produtos locais, o chef baiano Isaías Neries revolucionou o Cozinha do Parador e sua espaçosa varanda debruçada sobre o verde. Pioneiro do farm to table, o chef usa ingredientes que ele mesmo planta na horta orgânica da pousada ou encomenda de produtores da região, como queijos e trutas. Para beber, a água mineral vem da fonte do hotel. As frutas usadas na caipirinha também. O Parador tem ainda uma adega com paredes em pedra e 450 garrafas. O restaurante, famoso na região pela feijoada de sábado e pelas massas frescas (nhoques divinos), ainda não reabriu para o público em geral.

Leia mais: Como fica o bufê de café da manhã de hotel na pandemia

.

Para famílias com crianças nos arredores de Petrópolis

O Parador Lumiar é um hotel pet friendly e recebe bem crianças. Mas para quem procura um lugar mais voltado para famílias na serra fluminense, o Solar Fazenda do Cedro é certificado pelo Circuito Elegante com o selo Safe & Clean, criado em parceria com o Bureau Veritas. Entre outras medidas, os itens do minibar são escolhidos na hora da reserva.

Como no Parador Lumiar, a temperatura é aferida no check-in e a bagagem, desinfetada. Os apartamentos são para três ou quatro pessoas e os chalés abrigam até cinco hóspedes. O hotel fica entre Pedro do Rio e Areal, a 40km de Petrópolis.

Leia mais: O que realmente mudou nos hotéis em sete meses de pandemia

No Centro da cidade histórica, o Museu Imperial continua fechado. Também no Centro, o restaurante da Cervejaria Bohemia funciona com capacidade reduzida e sob reserva. A visita guiada pela fábrica segue suspensa.

Leia mais: A reabertura para o turismo de Búzios, Angra e Paraty

.

Para uma experiência mais exclusiva na serra

Uma opção confortável para viagens multigeracionais ou de um grupo de amigos são os roteiros personalizados oferecidos pela Passion Brazil. Especializada em atender visitantes estrangeiros, com a pandemia a operadora criou um segmento para brasileiros. Neste primeiro momento, os roteiros são para lugares remotos ou sem aglomeração para passar alguns dias cercado apenas de familiares ou amigos e aproveitar a infraestrutura de lazer e a gastronomia da região.

Leia mais: Como estão funcionando os hotéis no Rio de Janeiro

.

Na serra fluminense, a hospedagem pode ser na deliciosa Pousada Tankamana, com chalés de 25 ou 40 m², estes com ofurô ou hidromassagem. Reaberta no mês passado, a pousada fica no Vale do Cuiabá, em Itaipava, entre Petrópolis (40km) e Teresópolis (30km).

O Parque Nacional Serra dos Órgãos, entre Petrópolis e Teresópolis, continua fechado e sem data prevista de reabertura.

Clique aqui para ler tudo que publicamos sobre hotelaria na pandemia

Hotel Inspectors está no Instagram @HotelInspectors, no facebook @HotelInspectorsBlog, no Twitter @InspectorsHotel e no LinkedIn @HotelInspectors

Published by

Carla Lencastre

Carla Lencastre é jornalista especializada em viagens, hotelaria, estilo de vida, comidas, bebidas e artes. Anda pelo mundo desde sempre a passeio e a trabalho. Gosta de visitar novos lugares, de revisitar velhos conhecidos e de contar uma boa história. E hotéis são lugares repletos de histórias... Ex-editora de turismo do jornal O Globo, onde trabalhou por mais de 20 anos, hoje escreve para diversos jornais, revistas e site brasileiros. No Instagram @CarlaLencastre estão suas viagens e seu dia dia no Rio de Janeiro, onde mora.

2 thoughts on “Hotéis para respirar ar puro na serra do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *